Resenha: A Maldição da Pedra | Cornelia Funke


Capa do livro
Título: A Maldição da Pedra.
Autor(a): Cornelia Funke.
Páginas: 248 páginas.
Editora: Companhia das Letras.
Tradução: Sonali Bertuol.
Lançamento: 2011.
Sinopse: John Reckless, pai de Jacob e Will, sumiu sem deixar vestígios. Inconformado, Jacob gasta o dia procurando pistas que lhe deem alguma ideia do seu paradeiro. O garoto vasculha cada cantos do escritório do pai, até que um dia descobre um espelho que servia como um portal para um mundo mágico - um mundo que lhe oferece a perspectiva de liberdade e aventura.
Mantendo segredo do seu achado, Jacob passa cada vez mais tempo do outro lado do espelho. Após doze anos, o mundo sombrio se torna seu verdadeiro lar, onde tem amigos e inimigos e é reconhecido como um dos melhores caçadores de tesouros que já existiram por ali.
Will, o caçula, sente falta do irmão e estranha aqueles sumiços prolongados. Um dia, consegue burlar sua constante vigilância e o segue através do espelho, ato que tem uma consequência terrível. Ferido pelos goyls - homens frios e violentos, que têm pele de pedra e olhos de ouro -, ele acaba vítima de uma maldição: vai se transformando lenta e dolorosamente em uma dessas sinistras criaturas.
Numa corrida contra o tempo, Jacob precisa encontrar o antídoto para o feitiço. Para empreender essa jornada, ele conta com a ajuda da raposa Fox, sua companheira de muito tempo, e Clara, a namorada de Will, que atravessa o espelho para encontrá-lo. Juntos, eles vão enfrentar os perigos e as armadilhas do Mundo do Espelho - antes que seja tarde demais e Jacob perca o irmão para sempre.
Povoado por fadas, bruxas, unicórnios e tritões, e tendo cenários como o castelo da Bela Adormecida e a casa de doces da bruxa de “João e Maria”, o mundo criado por Cornelia Funke remete o leitor aos mais conhecidos contos de fadas de todos os tempos. Na narrativa, contudo, a ênfase da autora recai nos aspectos mais sombrios e brutais das histórias, criando-se uma atmosfera ao mesmo tempo familiar e soturna. É nesse mundo que se desenrolam as aventuras dos irmãos Reckless, uma história de maldição, traições e vingança, mas também de coragem, lealdade e amor.


Esse livro conta a história de dois irmãos Jacob e Will Reckless. Um dia Jacob vai até o escritório do pai desaparecido e o espelho que o escritório continha ''tremeluziu'' então Jacob entra no espelho, chegando em um mundo totalmente diferente mas ele fica alguns minutos e já volta a sua casa. Após doze anos Jacob já passava semanas e até meses atrás do espelho até que Will atravessa o espelho e leva arranhões no pescoço que já cicatrizaram mas no antebraço tinha-lhe surgido uma pedra, veios verde-pálidos desciam até a sua mão e brilhavam como mármore polido, Will estava se transformando em um goyl: uma criatura composta de pedra.

E o pior de tudo quem colocou a pedra em seu irmão foi a Fada Escura,a mais forte das fadas e amante do rei goyl Kami'en. O rei manda goyls atrás de Will. Mas Jacob contará com a ajuda de Fux uma raposa muito astuta e que falava, Valiant um anão mercador e de uma fada. Então Jacob, Will, Fux e o anão Valiant embarcam em uma aventura cheia de desafios e perigos.

Umas das coisas que mais gostei deste livro foi que ele traz contos de fadas como A Bela Adormecida em seu enredo, é uma leitura muito gostosa pois os capítulos não duram mais que 6 folhas e tem umas belas figuras de começo de capítulo,que ajudam muito você a imaginar as cenas, personagens, locais... Ah, esse é o primeiro livro da trilogia Reckless e a escritora Cornelia Funke escreveu também o famoso livro Coração de Tinta, que já teve adaptação cinematográfica.


Você também poderá gostar

Um comentário: