Resenha: O Circo da Noite | Erin Morgenstern


Título: O Circo da Noite.
Autor: Erin Morgenstern.
Páginas: 365 páginas.
Editora: Intrínseca.
Tradução: Claudio Carina.
Lançamento: 2012.

Sinopse: Sob suas tendas listradas de preto e branco uma experiência única está prestes a ser revelada: um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um Labirinto de Nuvens, vagar por um exuberante Jardim de Gelo, assistir maravilhado a uma contorcionista tatuada se dobrar até caber em uma pequena caixa de vidro ou deixar-se envolver pelos deliciosos aromas de caramelo e canela que pairam no ar. Por trás de todos os truques e encantos, porém, uma feroz competição está em andamento: um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, treinados desde a infância para participar de um duelo ao qual apenas um deles sobreviverá. À medida que o circo viaja pelo mundo, as façanhas de magia ganham novos e fantásticos contornos. Celia e Marco, porém, encaram tudo como uma maravilhosa parceria. Inocentes, mergulham de cabeça num amor profundo, mágico e apaixonado, que faz as luzes cintilarem e o ambiente esquentar cada vez que suas mãos se tocam. Mas o jogo tem que continuar, e o destino de todos os envolvidos, do extraordinário elenco circense à plateia, está, assim como os acrobatas acima deles, na corda bamba.



O que você faria se estivesse ligado a uma pessoa e passar a vida toda, ou quase, sem saber disso? Essa é a situação vivida por Célia Bowen e Marco Alisdair. Por meio de um 'jogo' -ou uma aposta, como preferir- entre o pai de Célia, o mágico Próspero, e o tutor de Marco, o Sir Alexander Alisdair. Era uma aposta e não nos foi revelado até certa parte do livro o seu objetivo, o que eles teriam de fazer. 

Célia passa sua infância e adolescência sendo maltratada por seu pai, que quer que ela seja a vencedora. E com Marco, era só estudar, sem nenhum contato com Alexander, ficava retirado lendo e lendo, até entender e conseguir fazer. Cada um era uma peça treinada de diferentes modos para se enfrentarem em um conflito único e final. 

Mas uma coisa fenomenal acontece na vida dos dois: a criação do Circo da Noite. Que acaba interferindo na vida de todos personagens descritos na trama. Se você está pensando que esse circo é como qualquer outro que você conhece, me perdoe, mas você se enganou! Ele é uma contradição com o nosso conhecimento sobre circos, uma coisa fora de realidade, praticamente... Ou literalmente(haha). 
Erin Morgenstern

O livro superou totalmente as minhas expectativas. Gosto muito quando isso acontece. A autora deixou o livro com um grau de complexidade um tanto o quanto 'convidadora' a continuarmos a ler e terminar a obra, e olha, que obra viu! Ah, sem dizer que a autora traz palavras em francês, trazendo um ar mais sentimentalista. 

Uma das coisas que gostei no livro foi a sua troca de narradores, os personagens, que acontece, se não me engano, em todo capítulo, e isso não deixa o enredo cair na monótono que acaba sendo certas histórias que tem somente um narrador. E o jeito como a autora vai deixando 'rabinhos' pelos cantos é esplendorosa. O assunto que ela aborda, nos mostra o lado das pessoas que apresentam espetáculos, e o lado da platéia. Isso é muito interessante, lembrando que nós não conhecemos esse tipo de circo, pelo menos acho que ninguém conheça já que não existe algum semelhante a ele, podemos entende-lo, sentir, e imaginar, que foi o que a autora quis que nós façamos ao lermos o livro. 
Achei a capa bonita, e a única coisa que me incomodou foi que a parte brilhosa descasca com muita facilidade, só de ficar segurando e suar um pouco já faz ela descascar. E o pior é que ela não descasca e cai, ela começa a grudar no resto da capa, eu irei até encapar o meu, porquê ele vai ficar lindíssimo daqui um tempo se continuar assim. 

Ah, os direitos do filme já foram comprados pela Summit Entertainment, sim, é a mesma produtora da saga Crepúsculo e atualmente do Divergente!

O livro deve ter  mais alguma curiosidade, mas não divulgada, porquê eu não achei. Me perdoem.







Você também poderá gostar

Um comentário:

  1. Oi Gabriel (meu chara rsrs),
    Eu vi esse livros a alguns dias atrás, não comprei porque não sabia muito se esse livro era conhecido então comecei a pesquisar bastante sobre ele e li algumas resenhas sobre ele, uma coisa que me chamou muito a atenção foi a capa, eu achei ela muito bonita, pena pelo oque você falou que ela descasca, e outra coisa também que vai virar filme, sempre fico meio triste porque tenho medo de como vai ficar.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir