Este é o troco

10 Comments

Julia, uma garota de 10 anos para os 11 anos vivia com sua irmã Camila na casa dos tios, desde que haviam perdido sua mãe, e o pai se tu quiseres saber nem mesmo as registrou. Até ai tu pensas que é uma família normal, mas eu te garanto, não é! Fique de olhos bem abertos, você vai ler o que a Julia passa que ninguém mais sabe.

As duas irmãs eram como garotas normais para suas idades, brincavam, cantavam, sonhavam e as vezes até iam na escola, quando seu tio permitia. Inventavam e fantasiavam tudo o que podiam para tentar esquecer por tudo o que passavam. Toda vez que paravam de brincar, ou tinham que voltar da escola sentiam como se estivessem indo rumo a um abatedouro.

Mesmo passando por tudo o que passavam não perdiam as esperanças de um dia conseguirem mudar as suas vidas, sair daquela situação, parar com o sofrimento e com todas as agonias as quais enfrentavam todos os dias antes mesmo de acordarem. Mesmo passando pelo que passam, nunca criaram ódio, ressentimento e qualquer sentimento ruim, apenas a tristeza, mas isso não dura para sempre.


Não vou lhes contar tudo pelo que as duas passaram, irei apenas contar um episódio pelo qual fez com que o sofrimento delas fosse experimentado de uma maneira muito menor por milhares de pessoas por aí.

Nesse dia como muitos outros as duas tiveram de faltar a escola por causa do tio, que as proibiu de colocar o pé para fora de casa naquele dia. Depois do almoço as duas tinham que faxinar a casa, Julia ficou com a cozinha e o banheiro, enquanto Camila foi limpar os 2 quartos e a sala da pequena casa sem forro em que moravam. O tio estava bêbado, com a bermuda frouxa e com a cinta solta, tentava achar maneiras de poder descarregar o ódio que tinha no que fosse mais próximo: Julia.

Ele tentou um diálogo enquanto ela lavava a louça, mas ela não abria brechas para falhas, então ele teve que começar a implicar com algo, quem sabe o modo como Julia lavava a louça? Ele começou a xinga-la e a trata-la mal, e ela firme como uma rocha não cedia a um xingamento, sempre aceitando tudo de cabeça baixa, como notara que sua tia também fazia. Camila por um instante pega o aparelho celular que dividia com Julia e o coloca a filmar escondido a situação e volta aos seus afazeres.

No momento que Camila volta para o quarto, só ouve três estalos, era seu tio batendo em Julia, que havia tomado três golpes de cabo de vassoura pelo corpo bem fortes. Ela se encolhia e deixava os sentimentos ruins irem embora diluídos em suas lágrimas. Depois tomou socos e mais golpes com o cabo de vassoura, um atrás do outro, mas ela teve um ato de bravura, não chorou mais, guardou todos os sentimentos de ódio, raiva, repulsa, ressentimento em seu interior e não chorou mais, apenas urrava de dor como uma guerreira. Esse episódio se seguiu até Julia ficar sem consciência.

Quando acordou do desmaio, Julia tinha apenas algo em sua mente: eu não quero mais isso, eu não vou passar minha vida toda apanhando, chega! Quando chegou a noite, e seu tio fora dormir ela pegou uma panela de óleo e colocou sobre o fogão para esquentar. Sua tia havia ido na igreja e Camila já estava na volta perguntando o que ela iria fazer.

-Tu vais ver, respondeu Julia

O óleo começou a querer queimar os restos de alimentos na panela, Julia pegou a panela e foi rumo ao quarto dos tios, cuidando para não derramar e nem encostar nela aquela panela ardente, chegando no quarto ela foi rumo a cama de seu tio e parou sobre ele, que estava deitado de lado. “É agora ou nunca” pensou, então mirou na sua orelha e virou a panela com óleo e tudo na região da orelha. Na hora o tio acordou e começou a agonizar. Pediu clemência, pediu ajuda, gritou, mas ela somente ficou olhando como quem diz “Este é o troco”.



**Texto inspirado em um vídeo de maus tratos que estavam circulando na internet.
Imagem original via: poeticemptiness.tumblr.com



Você também poderá gostar

10 comentários:

  1. CARACA,COMASSIM? MDS eu não sei nem o que dizer... Qual é o link do vídeo? quero assistir NOWWWWW :O

    http://www.16primaverasblog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou conseguir te passar, assisti no Facebook. Nem te recomendo a assistir.
      Abraços!

      Excluir
  2. Ai que sentimento ruim que me deu agora! Espero que elas consigam escapar dessa. >:

    http://ninhodecorvo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa que tenso...
    www.pegaobrilho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que historia chocante,mas o pior é que muitas crianças passam por isso, quem devia lhes proteger são os que mais maltratam. Triste viu... beijos !

    www.somandoconhecimento.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, infelizmente acontece muito por ai, é que nem sempre ficamos sabendo.
      Bjs!

      Excluir
  5. Que história em Gabriel?
    Infelizmente esses maus tratos são comuns em muitos lares.
    Parabéns, pelo texto.

    Abraços!
    Gi Pereiraa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gi, infelizmente são, mas espero que um dia eles acabem...
      Abraços!

      Excluir